Início Agenda Almanaque – 07 de fevereiro

Almanaque – 07 de fevereiro

COMPARTILHAR
agenda paivense
Hoje é quarta-feira, 07 de fevereiro e trigésimo oitavo dia do ano e Dia Europeu da Internet mais Segura. Faltam 327 dias para o final de 2018.

Este dia é dedicado às Cinco Chagas do Senhor, último tormento de Jesus.

Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 07, às 15:54.

O sol nasce às 07:37 e o ocaso regista-se às 18:05.

A baixa-mar verifica-se às 08:10 e 20:43, e a preia-mar às 01:33 e 14:07.

Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o humanista inglês Thomas More (1478), o romancista britânico Charles Dickens (1812) e o escritor norte-americano Sinclair Lewis (1885).

Nesta data, em 1831, era proclamada a constituição belga. Em 1894, morria Adolfo Sax, criador do saxofone. Em 1927, ocorria a primeira revolta, em Lisboa, contra a ditadura saída do golpe de 28 de maio de 1926. Em 1940, os caminhos de ferro britânicos eram nacionalizados.

Em 1952, morria o poeta português Sebastião da Gama, 28 anos. Em 1965, a aviação dos EUA iniciava o bombardeamento do Vietname do Norte. Em 1973, o Senado norte-americano votava a favor da criação de uma comissão para investigar o caso Watergate. Em 1980, eram permitidas, pela primeira vez, na República Federal Alemã, companhias privadas de rádio e televisão.

Em 1983, a comissão para a investigação dos massacres em campos palestinianos exigia a demissão do ministro da Defesa de Israel, Ariel Sharon. Em 1984, registava-se o maior assalto, em Portugal, quando um grupo das FP 25 atacou a viatura de uma empresa de segurança, em Lisboa, roubando cerca de 540 mil euros (108 mil contos). Na mesma data, morria o ator português Francisco Ribeiro, Ribeirinho.

Em 1985, um tribunal polaco condenava o capitão da polícia secreta Grzegorz Piotrowski a 25 anos de prisão pelo assassínio do padre Popieluszko. Em 1990, Maria Branca dos Santos, D. Branca, a Banqueira do Povo, era condenada a dez anos de prisão por crime de burla agravada. Em 1991, três morteiros do IRA caíam a 12 metros da residência do primeiro-ministro John Major.

Em 1997, o Tribunal da Relação de Évora decidia extraditar, para Itália, Emilio Giovinne, condenado a 16 anos de prisão por associação criminosa e tráfico de droga. Em 1999, morria o rei Hussein da Jordânia, 63 anos.

Em 2003, concretizava-se o despedimento de 300 trabalhadores da fábrica de calçado C&J Clark, de Castelo de Paiva. No mesmo dia morria o escritor guatemalteco Augusto Monterroso, “Don Tito”, 81 anos, Prémio Príncipe das Astúrias.

Em 2004, a União Europeia e os 16 países da África Austral e Oriental começavam as negociações para o acordo de livre troca, a concluir até dezembro de 2007. Em 2005, o consulado espanhol em Berna era assaltado. E morria John Patterson, 64 anos, realizador de televisão, diretor da série Os Sopranos.

Em 2006, o movimento radical palestiniano Hamas convidava a Fatah, do presidente Mahmud Abbas, a formar Governo de coligação. E a Justiça francesa inviabilizava a providência cautelar interposta por organizações muçulmanas francesas destinada a impedir o jornal satírico Charlie Hebdo de publicar as caricaturas de Maomé.

Em 2007, o Presidente de República, Cavaco Silva, promulgava a Lei das Finanças Regionais. A polícia austríaca anunciava o desmantelamento de uma rede internacional de pornografia infantil, através da Internet, envolvendo 2.360 suspeitos de 77 países. José Manuel dos Santos, cronista do semanário Expresso, era distinguido com o Prémio da Crónica João Carreira Bom/Sociedade da Língua Portuguesa, enquanto a poetisa Ana Luísa Amaral vencia o Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d´Escritas, com a obra “A Génese do Amor”. Ainda nesse ano, morriam Alan MacDiarmid, 79 anos, cientista neozelandês, Prémio Nobel da Química em 2000, e Pedrinho Mattar, 70 anos, pianista brasileiro. Em Portugal, morria António de Seixas da Costa Leal, 86 anos, presidente da seguradora Lusitânia, ex-vice-governador do Banco de Portugal e presidente do Montepio Geral entre 1991 e 2003.

Em 2008, o Parlamento francês ratificava o Tratado de Lisboa, 32 meses depois de os eleitores franceses recusarem num referendo o projeto de Constituição da União Europeia. A Assembleia da República rejeitava por maioria quatro propostas de realização de um referendo ao Tratado Europeu com os votos negativos da maioria das bancadas do PS e do PSD. Na Turquia, a revisão da Constituição tornava permitido o uso do véu islâmico na universidade.

Em 2010, morria uma das mais importantes vozes da música cabo-verdiana, a cantora Hermínia d’Antónia de Sal, na ilha do Sal, aos 65 anos, vítima de doença prolongada.

Em 2012, morria Florence Green, britânica, considerada a última veterana sobrevivente da I Guerra Mundial. Tinha 110 anos.

Em 2014, abriam os Jogos Olímpicos Sochi2014 (XXII Jogos Olímpicos de inverno).

Em 2015 morriam André Brink, escritor sul-africano que se opunha à segregação racial na África do Sul, aos 79 anos, e o historiador Manuel Lucena, com 77 anos.

Em 2017, morria, aos 89 anos, Roger Walkowiak, o mais antigo campeão da Volta a França em bicicleta. Morria, aos 71 anos, na Califórnia, EUA, Richard Hatch, conhecido pela personagem do capitão Apolo na série televisiva de ficção científica ‘Battlestar Galactica’. Morria, aos 57 anos, em Kiev, Ucrânia, Viktor Chanov, guarda-redes da antiga União Soviética e do Dinamo de Kiev.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two × 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.