Início Ciência O robô que virava hambúrgueres trabalhava depressa demais e foi despedido

O robô que virava hambúrgueres trabalhava depressa demais e foi despedido

COMPARTILHAR

“Flippy”, o robô que virava hambúrgueres num restaurante de fast-food, nos EUA, foi deposto do seu cargo. O problema não foi a falta de competência do robô, mas antes, a incapacidade dos seus colegas de trabalho humanos em conseguirem acompanhá-lo.

O robô passou apenas dois dias no trabalho num restaurante em Pasadena, na Califórnia. A sua tarefa consistia em virar os hambúrgueres, enquanto grelhavam, e retirá-los para fora da grelha, depois de estarem prontos. Mas os seus colegas humanos não conseguiam acompanhar o ritmo, noticia o USA Today.

Os responsáveis do CaliBurger, o restaurante onde tudo aconteceu, anunciaram a chegada do robô com pompa e circunstância, como uma atracção para chamar mais clientes, criando até o “Cantinho do Flippy”, onde era possível vê-lo a virar hambúrgueres.

A estratégia resultou, mas acabou também por complicar a vida a “Flippy”. Com o aumento da procura, ficou evidente a falta de coordenação entre o ritmo do robô e a resposta dos funcionários. Assim, conclui-se que estes precisam de receber mais formação para aprenderem a trabalhar com o “Flippy”.

O robô está equipado com um braço articulado em forma de espátula e com tecnologia deInteligência Artificial baseada em cloud. Possui também uma visão térmica que lhe permite perceber quando um hambúrguer está cozinhado. A monitorização do tempo de cozedura é feita em tempo real, com um ecrã a mostrar aos seus colegas de trabalho quando os hambúrgueres estão prontos para enviar aos clientes.

Construído pela Miso Robotics, o “Flippy” foi anunciado como “o primeiro assistente de cozinha robótico autónomo que pode aprender a partir do seu ambiente envolvente e adquirir novas capacidades ao longo do tempo”.

A empresa tecnológica também sempre evidenciou que se trata de um robô desenvolvido para trabalhar ao lado de humanos, e não para os substituir, ajudando a aumentar orendimento e a eficiência dos restaurantes fast-food no atendimento aos clientes.

A ideia seria resolver o problema da constante rotatividade de funcionários numa função pouco apelativa, como é a tarefa de grelhar hambúrgueres, que envolve muita gordura e um salário habitualmente baixo.

ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

10 − 3 =