Início Ciência Cientistas usaram o Sudário de Turim para criar cópia 3D de Jesus...

Cientistas usaram o Sudário de Turim para criar cópia 3D de Jesus Cristo

COMPARTILHAR

Uma equipa de cientistas da Universidade de Pádua, em Itália, usou dados recolhidos numa análise ao Sudário de Turim para fazer uma cópia exacta em 3D do que poderá ter sido o corpo de Jesus Cristo.

“Acreditamos que temos agora a imagem exacta da aparência de Jesus na Terra”, disse o professor Giulio Fanti, investigador da Universidade de Pádua, que estuda o famoso Sudário de Turim.

“Esta estátua é a representação tridimensional em tamanho real do Homem do Sudário, criada a partir de medidas exactas recolhidas do tecido em que o corpo de Cristo foi envolvido após a crucificação”, explica Fanti.

Com base nas suas medições, a equipa de cientistas criou uma “cópia perfeita” em 3D do corpo que o Sudário terá envolvido, e que, segundo diz o professor Fanti, apresenta “as características reais de Jesus Cristo crucificado”.

“A partir de agora, não é possível criar qualquer representação de Jesus Cristo sem ter em consideração este estudo”, sustenta o professor em entrevista ao semanário italiano Chi.

“De acordo com os resultados do nosso trabalho, Jesus Cristo era um homem de extraordinária beleza e com uma expressão magestosa“, diz Santi. Com pernas longas, mas muito robusto, tinha quase 1.8m de altura – uma elevada estatura quando comparada com a média da altura, a rondar os 1.65m.

Giulio Fanti / Università di Padova

Cientistas usaram o Sudário de Turim para criar impressão 3D de Jesus Cristo

O estudo da figura tridimensional permitiu também a Fanti analisar as numerosas feridas no corpo tal como ficaram registadas no Sudário. “Contei 370 feridas de flagelação, sem levar em conta as feridas nos lados, que o Sudário não mostra porque envolveu apenas as costas e a frente do corpo”, explica o professor Fanti.

“Portanto, podemos supor que o corpo terá recebido pelo menos 600 golpes. Além disso, a reconstrução tridimensional tornou possível descobrir que no momento da sua morte, o homem do Sudário caiu para baixo para a direita, por ter o ombro direito deslocado – provavelmente para ferir os nervos”, diz Fanti, citado pelo Il Mattino di Padova.

O famoso Sudário de Turim, a peça de linho em que Jesus Cristo terá sido envolvido depois de ter sido crucificado, mantém-se rodeado de mistério, e a autenticidade do tecido é alvo de um debate com centenas de anos. Em julho do ano passado, um novo estudo concluiu que a relíquia pode mesmo conter vestígios de sangue de Jesus Cristo.

A análise forense, realizada por investigadores italianos, detectou a presença de partículas de sangue humano que sugerem que o indivíduo em causa terá sido alvo de um prolongado período de sofrimento físico, antes de ter morrido.

Segundo os autores do estudo, as partículas detectadas revelam “um cenário de grande sofrimento da vítima que foi envolvida no tecido fúnebre” analisado.

Mas mesmo que novas investigações venham a reforçar estas conclusões, e que a nova técnica 3D do professor Fanti as confirme e realce em detalhe a três dimensões, continua a ser impossível confirmar que as partículas de sangue pertencem a Jesus Cristo – pelo que o mistério em torno do Santo Sudário está longe de terminado.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

fifteen − twelve =