Início Ciência NASA não consegue “despertar” Opportunity, a sonda adormecida em Marte

NASA não consegue “despertar” Opportunity, a sonda adormecida em Marte

COMPARTILHAR

Lonesome–Crow / Deviant Art

O robô Opportunity encontra-se em Marte desde 2004

Os especialistas da NASA não conseguiram restabelecer ligação com a sonda marciana Opportunity, embora o volume de pó na atmosfera de Marte tenha já reduzido para níveis muito próximos dos normais, revelou a agência norte-americana.

“Neste momento, o nível de pó na atmosfera caiu para 2,1 tau, mas depois aumentou para 2,5 tau. Até que se reduza para o nível 2, não esperamos ‘ouvir’ nada do rover, mas continuamos a monitorizar constantemente os seus sinais“, informaram os participantes da missão.

No início de junho, Marte foi atingido por uma forte tempestade de pó que abalou a maior parte da cratera Endeavour, onde a sonda Opportunity está a operar. Alguns dias depois, a situação agravou-se de tal forma que os engenheiros tiveram que colocar a sonda em regime de emergência e desligar todos as suas ferramentas exceto o relógio.

Já em meados de junho, e de acordo com fotografias capturadas pela sua “amiga” – a sonda Curiosity, que está noutra parte do planeta – a tempestade abalou o planeta por completo, sendo oficialmente considera uma tempestade de envergadura planetária.

Só no final do mês de julho é que a camada de poeira começou a dar tréguas, assentando gradualmente na superfície. Espera-se agora que, nas próximas semanas a situação em Marte melhore radicalmente. Nas primeiras semanas de agosto, a quantidade de pó na atmosfera reduziu-se várias centenas de vezes, melhorando a situação significativamente.

Até lá, não vale a pena esperar que a Opportunity desperte brevemente, pois o nível de iluminação da superfície marciana continua muito baixo. Além disso, ainda não é certo se as suas baterias conseguiram sobreviver durante quase um mês de “vida” no frio e completa escuridão.

De acordo com os especialistas, uma tempestade semelhante ocorreu no planeta há cerca de 8 anos e foi o motivo da morte da sonda Spirit, “gémea” da Opportunity, que ficou presa na cratera Gusev em 2010.

No entanto, neste caso em particular o rover não corre esse risco, porque Marte está a entrar no verão e as temperaturas na sua superfície não devem baixar para temperaturas inferiores a 40 graus negativos – só a partir daí é que a situação pode ser fatal para a sonda adormecida em Marte.

O robô Opportunity encontra-se em Marte desde 2004. Inicialmente, foi concebido para durar apenas 3 meses, mas continuou a operar durante quase 15 anos. No entanto, o Opportunity não é o único rover exploratório em Marte, e felizmente a sua amiga, Curiosity, tem baterias nucleares, não precisando de energia solar para funcionar.

Para que o Opportunity continue detetável, as outras sondas que exploram o planeta continuam a rastrear o percurso da tempestade para facilitar o trabalho da NASA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seven + 10 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.