Início Ciência Proteína da pele de sapo pode ajudar a curar ferimentos sem deixar...

Proteína da pele de sapo pode ajudar a curar ferimentos sem deixar cicatriz

COMPARTILHAR

(CC0/PD) Couleur / Pixabay

A substância pode também reduzir o edema traumático

Cientistas chineses descobriram que determinadas proteínas obtidas na pele de uma subespécie de sapo que vive no sudoeste do país podem regenerar a derme humana numa ferida sem deixar cicatrizes, informou a agência oficial Xinhua.

Os cientistas do Instituto de Zoologia de Kunming, que pertence à Academia Chinesa de Ciências, descobriram que as proteínas que compõem os poros na pele deste sapo têm a função de reparar o tecido, podendo-se usar-se em humanos.

“As reparações nas feridas devem estar livres de cicatrizes, assim reduz-se o perigo que as funções fisiológicas fiquem danificadas, algo que pode provocar consequências fatais”, explicou à imprensa local Zhang Yun, líder do grupo de investigadores.

A substância não só serve para a cicatrização das feridas, como também ajuda a reduzir o edema traumático, protegendo a ferida de infeções bacterianas resistentes a antibióticos.

A formação de tecido cicatrizante surge como consequência da reparação da ferida e, em algumas ocasiões, conduz a problemas estéticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

eighteen − six =