Início Ciência Médicos escoceses estão (literalmente) a receitar natureza aos seus pacientes

Médicos escoceses estão (literalmente) a receitar natureza aos seus pacientes

COMPARTILHAR

Médicos escoceses estão a começar a receitar natureza aos seus pacientes. Caminhadas, birdwatching ou passeios na praia são os “medicamentos” prescritos para ajudar a tratar doenças crónicas e debilitantes.

Saia de casa e desfrute da companhia de uma nuvem. Ou, em vez disso, escreva os seus pensamentos soltos numa pedra e atire-a ao mar. Por muito estranho que estas duas frases possam parecer, são exatamente estas as recomendações de alguns médicos escoceses, que têm receitado natureza aos seus pacientes. Isso mesmo: natureza.

Estas recomendações fazem parte do novo programa de “Prescrições da Natureza”, que será laçado na Escócia. Depois de um projeto piloto muito bem sucedido, todos os médicos de Shetland podem agora receitar literalmente “natureza” aos seus pacientes como parte da sua estratégia geral de tratamento.

O objetivo destas recomendações é reduzir o risco de doenças cardíacas e de derrames, além de aumentar a felicidade e melhorar a saúde mental dos doentes. “Há evidências inequívocas de que a natureza traz benefícios para a saúde do corpo e da mente”, revela a diretora da RSPB, Karen MacKelvie.

Assim, MacKelvie explica que foi desenvolvido um folheto que ajuda os médicos a descrever os benefícios da natureza para a saúde, fornecendo muitas ideias de locais ao ar livre para incentivar os pacientes a serem felizes fora de casa.

Quando os médicos têm à sua frente um doente que pode beneficiar de uma “receita de natureza”, os profissionais de saúde dão-lhe o folheto, que explica como o tempo passado na companhia da natureza é muito bom para o corpo humano. Ao doente, é também fornecido um calendário, com as atividades ao ar livre que podem ser realizadas de acordo com o mês.

Todas as sugestões são apelativas, mas este esquema não é uma mera brincadeira. Pelo contrário: foi minuciosamente projetado para melhorar os resultados na saúde dos pacientes, ajudando as pessoas a saber lidar com os seus problemas de saúde, entre eles diabetes, depressão ou cancro.

Além disso, os benefícios são totalmente gratuitos, de fácil acesso e permitem uma maior conexão com o mundo exterior. Afinal, melhorar a nossa saúde física e mental é mais fácil do que esperávamos.

“Os benefícios físicos e mentais da conexão com a natureza foram muito bem evidenciados por inúmeros estudos”, disse ao The Guardian Makena Lohr, porta-voz do Centro de Assistência à Saúde Sustentável de Oxford. “Está na hora de o sistema de saúde se consciencializar disso mesmo.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seventeen − 11 =