Início Ciência Metais bizarros podem desvendar mistérios da formação do campo magnético da Terra

Metais bizarros podem desvendar mistérios da formação do campo magnético da Terra

COMPARTILHAR

NASA Goddard / Flickr

Conceito de artista do Campo Magnético da Terra

Um tipo de metais bizarros – conhecidos como semi-metais de Weyl – podem ser a chave para desvendar o misterioso campo magnético da Terra. 

De acordo com um novo estudo, publicado no passado 25 de outubro na revista científica Physical Review Letters, uma equipa de cientista assegura que estes metais podem ajudar a compreender a origem e o funcionamento do campo magnético do nosso planeta.

Os eletrões destes materiais, descobertos em 2015 e cujo comportamento é pautado pelas leis da Topologia – ramo da Matemática – estão sujeitos ao mesmo conjunto de equações que descrevem o comportamento de líquidos conhecidos por formarem dínamos, como o ferro fundido do núcleo externo do nosso planeta.

Tendo isto em mente, os especialistas calcularam que, sob determinadas condições, um dínamo poderia ser criado a partir dos semi-metais de Weyl. Atualmente, são necessárias grandes quantidades de metais líquidos para dar origem a um dínamo.

De acordo com os especialistas, e com este efeito do dínamo, uma espiral de um condutor elétrico metálico geraria um campo magnético. Os dínamos são comuns em todo o Universo, criando vários campos magnéticos desde de os da Terra e do Sol até aos de outras estrelas e galáxias.

Para já, os resultados são teóricos mas, a comprovar-se esta teoria, os cientistas poderão utilizar os semi-metais de Weyl para reproduzir as condições que existem no interior da Terra, bem como para entender melhor a origem e a formação do seu campo magnético.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × two =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.