Início Crónicas Crónica: O legado que deixamos

Crónica: O legado que deixamos

COMPARTILHAR
Fabiano de Abreu - DI

Não existe nada que possamos levar dessa vida que não seja o legado que deixamos.

Não adianta dinheiro, posição social, pois quando morrermos seremos lembrados apenas pela nossa geração. A não ser que tenhamos deixado um legado, um bom legado, um legado de aprovação e exemplo para que o nosso nome e sobrenome seja lembrado por muito mais tempo. A vida é muito curta, passa muito rápido, os momentos de felicidade são mais curtos que os outros sentimentos.

Sabemos o que é certo e o que é errado, sabemos que não vivemos sozinho, que precisamos uns dos outros. Então, não custa saber viver em sociedade e buscar feitos e atitudes que nos transformem em orgulho, espelho e referência. Começamos pelo bom dia, depois ouvindo, lendo o que querem de nós. Depois, estipulamos meios para que nosso trabalho tenha um bom resultado, sem esquecer de olhar por todos, incluindo a natureza, preservar que seja duradouro o que vivemos e o que nossas futuras gerações viverão.

Fabiano de Abreu – Filósofo


  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para [email protected] ou por mensagem em nossa página no Facebook 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

three × two =