Início Crónicas Crónica: Atiraram-se à competição como se não houvesse amanhã

Crónica: Atiraram-se à competição como se não houvesse amanhã

COMPARTILHAR

Porque este fim de semana ocorreu um grande feito desportivo em Castelo de Paiva, feito que merece dos Paivenses um momento de pausa nas suas distracções para pensarem um bocadinho nas várias formas de vida.

O Grupo Desportivo e Cultural de Castelo de Paiva, tem escrito páginas e mais páginas no livro de honra de Terras de Paiva.

No pretérito sábado,9-6-2018, uma delegação de quarenta elementos rumou até Cinfães, pois aí, Terras de Serpa Pinto,iria disputar-se o campeonato de Portugal de corrida em montanha.

Carregados de ambição,os de Paiva, Homens e Mulheres, propunham-se a conquistas que os frágeis analistas da nossa praça, por desconhecimento, consideravam utópicas.

Mas, esta Gente gosta de desafios, enfrenta os medos, e assim, ignorando as poucas condições que têm para se preparar, para poderem competir ao nível daqueles a quem se propõem bater, atiraram-se à competição como se não houvesse amanhã.

Campeões de Portugal pela quarta vez os nossos atletas do género masculino colocaram, ainda, Vitor Barbosa, com o titulo de melhor corredor da Nação e não satisfeitos,pasme-se, o vice campeão,José Vieira, também é nado e criado em Castelo de Paiva.

Não querendo ficar,só, a bater palmas, o género feminino, que já se havia sagrado campeão distrital, num assomo de classe trouxe para Castelo de Paiva, o primeiro título colectivo de âmbito nacional, demonstrando ser verdadeira a mensagem deixada por Arquimedes, “dai-me um ponto de apoio e levantarei o mundo” Amélia Vieira, Susana Oliveira, Sandra Teixeira e Júlia Magina, não iam para levantar o mundo, mas com o seu feito colocaram a Mulher de Paiva num patamar invejável.

Manuel Vieira 


  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para [email protected] ou por mensagem em nossa página no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 − 1 =