Início Crónicas Crónica: Ainda me lembro das primeiras emissões da Paivense FM!

Crónica: Ainda me lembro das primeiras emissões da Paivense FM!

COMPARTILHAR

Na Rua Ferreira de Castro, mesmo ao lado da entrada do Municipal da Boavista, na garagem do Sr Américo, Pai do nosso querido Amigo José Carlos, iniciavam-se as primeiras emissões experimentais ! Fantástica a forma como esses jovens da altura tiveram a coragem e a confiança de começar a estruturar o que hoje leva bem longe o nome de Castelo de Paiva ! Muitos foram aqueles que gratuitamente contribuíram para o crescimento desta estação . É certo e sabido que nos anos 90 houve uma proliferação de rádios locais mas muitas não conseguiram aguentar a pedalada face às dificuldades económicas , e pouco a pouco, foram absorvidas por grupos de mídia mais fortes !
A nossa radio tornou-se uma companhia diária para muita população ! É através dela que os mais isolados, têm no seu dia esta voz amiga a entrar nas suas casas ! Se duvidas existem , ouçam os vários programas desde bem cedo e naturalmente que ficarão bem esclarecidos.

Ultimamente sentimos uma enorme  mudança!
Estratégica ou não , a verdade é que aquele poder de informação que sempre estivemos habituados, caiu ! Caiu que  até a Rua Professor Egas Moniz perdeu um habitual caminheiro e trabalhador , que diariamente,  fazia este percurso para que toda a informação chegasse à população sempre atualizada !
Como alguém dizia “Quiseram calar o Rouxinol !”

Não ! Castelo Paiva não vai deixar cair a Paivense FM e não podemos nem devemos ficar indiferentes à atual situação  !
A Rádio é um marco da região e o Município tem a obrigação de saber atribuir o devido valor em matéria de atribuição de subsídios ou pagamento  de prestação de Serviços pelos reais valores prestados em prol da sociedade Paivense ! Não basta aproveitar o tempo de antena em alturas de festas para agradecer a presença deste órgão de comunicação social ! É preciso fazer muito mais e sem qualquer sentido de instrumentalização ! Como é possível  Gonçalo Rocha , atribuir no uso das suas competências, um valor praticamente semelhante à nossa Rádio como a um jornal, que até faz contra capa com outro município vizinho ?

Temos a obrigação de criar condições para que a nossa Rádio mantenha essa chama bem forte ! No meu horizonte gostava que os contratos anuais de prestação de serviços com possibilidade de renovação fossem bem diferentes e desde que o seu enquadramento legal o permitisse ! Assim como existem muitas associações no nosso concelho com contratos outorgados com o Município de Castelo de Paiva, quer a nível de direito de comodato, quer a nível de direito de superfície que atingem prazos bem alargados , qual a razão de não aplicarmos  também medidas semelhantes em matéria de contrato de prestação de serviços com a Rádio  ?

Estes profissionais merecem todo o nosso respeito para desenvolverem um trabalho de puro jornalismo ! Não quero e não posso pensar que  o poder político possa interferir na nossa comunicação social !

Henrique Damas


  • Espaço livre para publicações de crónicas e poemas. Os textos não são editados nem alterados.
  • A responsabilidade pelo texto aqui redigido é inteiramente do autor e seu envio é registado via assinatura digital. 
  • Tens uma crónica ou um poema? Enviem-nos para [email protected] ou por mensagem em nossa página no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

two + 12 =