Início Economia Companhias aéreas acusadas de somarem minutos às viagens para evitar indemnizações

Companhias aéreas acusadas de somarem minutos às viagens para evitar indemnizações

COMPARTILHAR

Uma organização de defesa dos consumidores britânica acusa as companhias aéreas de acrescentarem minutos às viagens para evitarem pagar indemnizações.

A Which?, uma associação de defesa dos consumidores britânica, analisou os voos médios para 125 rotas operadas por grandes companhias aéreas em 2009 e comparou com os valores do ano passado. Em 76 rotas, 61% das analisadas, os voos levavam agora mais tempo, pelo menos no papel, avança o Jornal de Notícias.

De acordo com as tabelas das empresas, 87% dos voos da British Airways eram mais lentos e o mesmo cenário verificava-se em 82% dos voos da Ryanair, 75% da Virgin Atlantic e 62% da easyJet.

Rory Boland, editor da Wich? para a área de viagens, afirma que “as companhias são rápidas a dizer que adicionar 10, 20 ou 30 minutos aos voos vai melhorar as chegadas à hora marcada, ainda que a descida na pontualidade sugira que tal não aconteceu.

“Voos marcados com mais minutos significa que os passageiros vão estar mais tempo sentados junto à porta de embarque ou no avião, apenas para que a companhia possa dizer que é pontual“, aponta.

Além disso, o responsável explica que aumentar minutos ao tempo de voo ajuda a que sejam pagas menos indemnizações por atrasos. Segundo a lei europeia, os clientes têm direito a compensações caso o voo chegue com mais de três horas de atraso, mas, segundo Boland, o que as companhias aéreas estão a fazer é atirar areia para os olhos dos clientes.

O professor de gestão de transportes aéreos na Universidade de Cranfield, Keith Mason, explica, porém, que é habitual as companhias aéreas darem algum “espaço de manobra” quando marcam os voos, isto porque qualquer atraso pode criar uma reação em cadeia, com os atrasos a alastrarem-se aos restantes voos do dia.

À associação, um representante da British Airways diz que há também razões legítimas para as demoras, como um espaço aéreo mais congestionado ou aeroportos mais cheios. Além disso, as companhias aéreas defendem-se ainda com o facto de estarem a voar a velocidades um pouco mais baixas, para tornar o consumo de combustível mais eficiente.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

18 − 10 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.