Início Economia Segurança Social contrata precários para despachar pedidos de pensões

Segurança Social contrata precários para despachar pedidos de pensões

COMPARTILHAR

Manuel de Almeida / Lusa

A Segurança Social vai contratar 44 trabalhadores em regime de prestação de serviços para tratamento de pendências no Centro Nacional de Pensões.

A Segurança Social pretende recorrer a precários para despachar pedidos de pensões. Segundo o Diário de Notícias, durante este mês de agosto, a Segurança Social vai contratar 44 trabalhadores em regime de prestação de serviços para tratamento de pendências do Centro Nacional de Pensões (CNP).

Ao DN, fonte oficial do Ministério do Trabalho, tutelado por Vieira da Silva, disse tratar-se de “uma medida de contingência” até que esteja finalizado o concurso externo para entrada de 70 novos funcionários.

O lançamento deste concurso externo vai ser feito durante esta semana e pretende contratar 200 novos funcionários – 150 assistentes técnicos e 50 assistentes superiores. Destes, cerca de 70 serão alocados ao CNP, um processo que irá demorar ainda alguns meses até estar concluído.

Este processo de contratação é feito ainda através da conclusão do Programa de Regularização dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), que prevê, até ao final de setembro, recrutar 65 funcionários para o CNP.

Fonte do ministério disse ao jornal que estas medidas vão permitir recrutar 105 novos funcionários entre julho e setembro, que equivale a um reforço de mais de 30% dos efetivos. A estes, vão ainda juntar-se os novos trabalhadores contratados através do concurso externo.

A mesma fonte adiantou ainda que, “concluídos todos os processos, prevê-se que os recursos humanos do Centro Nacional de Pensões sejam reforçados em mais de 50%“, ou seja, perto de 480 funcionários, sendo que atualmente são 320.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

12 + 14 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.