Início Ciência Japão capturou 177 baleias para “conservação dos recursos marítimos”

Japão capturou 177 baleias para “conservação dos recursos marítimos”

COMPARTILHAR

(dr) Tim Watters / Sea Shepherd

Baleias minke mortas no convés de um baleeiro japonês em 2014

O Japão capturou 177 baleias durante a sua temporada de pesca de cetáceos, que tem lugar na costa norte do arquipélago no verão. Os nipónicos explicam que a ação tem uma finalidade científica, informou a Agência Nacional de Pesca.

O Japão sustenta que o objetivo da captura das baleias passa por contribuir para a gestão e conservação dos recursos marítimos, analisando o conteúdo dos seus estômagos, cujos resultados são depois enviados à Comissão Internacional da Baleia.

A atividade baleeira japonesa tem sido alvo de críticas por parte da comunidade internacional e de organizações de animais, que a classificam de pesca comercial encapotada, uma vez que a carne dos animais estudados é depois vendida para mercados e restaurantes.

O país nipónico afirma que a análise também é usada com o objetivo de calcular uma quota adequada para a captura de baleias, de acordo com o comunicado divulgado pela entidade pesqueira japonesa.

Só no verão do ano passado, o Japão matou 333 baleias-anãs, das quais 122 estavam grávidas, alegando que o precisa de fazer para investigação científica destes cetáceos.

Em 2014, o Tribunal Internacional de Justiça considerou que o abate anual de baleias japonês era ilegal. No entanto, em vez de suspender o programa, o país retirou o seu reconhecimento do tribunal como árbitro das disputas baleeiras e voltou a caçar em 2015.

Nos próximos 12 anos, o Japão planeia caçar mais quatro mil baleias, de acordo com o Sydney Morning Herald,

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

12 + eight =