Início Notícias Professores em protesto vão recolher postais (e poderão parar na caixa de...

Professores em protesto vão recolher postais (e poderão parar na caixa de correio de Costa)

COMPARTILHAR

José Sena Goulão / Lusa

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) inicia nova ação para reivindicar a contagem integral do tempo de serviço congelado. A ideia é recolher postais de apoio aos professores para ser enviados ao primeiro-ministro.

A Fenprof vai estar esta segunda-feira nas ruas e junto às escolas das capitais de distrito das regiões Centro, Lisboa e Vale do Tejo e Sul. Na terça-feira, é a vez das capitais de distrito da região Norte.

O objetivo da ação é trazer apoio popular para a luta dos professores pela contagem integral dos nove anos, quatro meses e dois dias de tempo de serviço congelados, estando há praticamente um ano num braço-de-ferro com o Governo sobre a matéria.

Mário Nogueira, secretário-geral da Fenprof, explicou que o objetivo é que “fique claro que as pessoas não estão contra a luta dos professores e a consideram justa”. A asociação vai pedir ainda a cada professor que traga para a luta um ‘não-professor’.

O envio, ou não, dos postais ao primeiro-ministro fica dependente do que ficar decidido na versão final do Orçamento do Estado para 2019, que vai ser votada a 29 de novembro.

A Fenprof exige que o orçamento do próximo ano contabilize uma verba que, pelo menos, dê início à recuperação do tempo congelado, nos termos em que os sindicatos reivindicam, ou seja, os nove anos, quatro meses e dois dias.

Os sindicatos de professores rejeitam a proposta avançada unilateralmente pelo Governo de contar apenas dois anos, nove meses e 18 dias, que apenas acontecerá para cada professor no momento da sua próxima progressão de escalão.

Os professores depositam as suas esperanças no parlamento, esperando que os grupos parlamentares acolham a proposta dos sindicatos de adotar a solução encontrada na região autónoma da Madeira, que prevê a recuperação de todo o tempo, de forma faseada, até 2025, ao ritmo de cerca de um ano e meio de serviço por cada ano civil.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 − six =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.