Início País Ministério Público investiga contratos de contentores no Hospital de São João

Ministério Público investiga contratos de contentores no Hospital de São João

COMPARTILHAR

A denúncia da bastonária dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, sobre os contratos duvidosos abriu caminho à investigação.

O Ministério Público está a recolher elementos sobre os contratos de aluguer dos contentores onde estão a pediatria e neurocirurgia do Hospital de São João, no Porto, depois de a bastonária dos enfermeiros, Ana Rita Cavaco, ter questionado este negócio.

Em resposta a uma pergunta da Lusa, a Procuradoria-Geral da República (PGR) revelou que o Ministério Público se encontra a recolher elementos “com vista a decidir se há procedimentos a desencadear no âmbito das respetivas competências”.

Esta recolha surge depois de a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, em entrevista à Lusa, ter pedido uma investigação a estes contratos, afirmando que “o nome das empresas contratadas muda sistematicamente”, mas “a pessoa é sempre a mesma”.

Ana Rita Cavaco questionou os contratos, lembrando que estão em causa “milhares de euros” gastos por mês. “Aqueles contentores custam milhares de euros por mês ao Estado. Se calhar já tínhamos construído outro hospital de São João ao longo destes anos com aquele dinheiro”, afirmou.

“O mais engraçado é olhar para o nome das empresas a quem os contentores são contratualizados. A pessoa é sempre a mesma, mas o nome da empresa muda sistematicamente”, denunciou a bastonária..

A bastonária lembra ainda que se trata de dinheiro de todos os contribuintes e por isso pede às autoridades que investiguem. “Nesta altura, em que falamos tanto de corrupção e que há eventualmente processos pouco transparentes, gostava que alguém fosse investigar esta questão”, refere.

Segundo o portal da contratação pública, o Centro Hospitalar de São João estabeleceu em 2016 contratos por ajuste direto para “renovação dos serviços de aluguer de contentores” no valor acima de 390 mil euros. Em 2017, os contratos de aluguer de contentores atingiram cerca de 700 mil euros.

Os contentores instalados no hospital São João têm sido alvo de polémica, sobretudo depois das denúncias de falta de condições de atendimento e tratamento de crianças com doenças oncológicas.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 + 4 =