Início País Morte do triatleta poderia render 400 mil euros a Rosa Grilo

Morte do triatleta poderia render 400 mil euros a Rosa Grilo

COMPARTILHAR

(dr)

Luís Grilo, triatleta de 50 anos, residente em Vila Franca de Xira, desapareceu a 16 de julho sem deixar rasto

Se a morte do triatleta fosse considerada acidental, Rosa Grilo poderia receber 400 mil euros de quatro seguros de vida do marido. 

Segundo o Correio da Manhã, Luís Grilo teria mais do que um seguro de vida do qual a viúva beneficiaria. Assim, segundo o diário, a viúva não tiraria proveito apenas do seguro de 100 mil euros que já era conhecido, mas de mais três seguros num total de 400 mil euros.

A Polícia Judiciária já tinha indicado existirem razões financeiras para justificar o homicídio do triatleta. Aliás, o seguro de 100 mil euros (que revertia a favor de Rosa Grilo), a possibilidade de a casa de Vila Franca de Xira ficar paga com a morte do marido e as alegadas dificuldades financeiras de Rosa Grilo e António Félix Joaquim, sustentam as suspeitas da PJ.

No entanto, Rosa Grilo desmentia essas acusações. Numa carta enviada ao matutino, no dia 28 de setembro, a viúva disse que não fazia qualquer sentido acusarem-na de matar o marido para ficar com o dinheiro porque, como tinha uma dívida de 80 mil euros às Finanças, Rosa Grilo só ficaria com 20 mil euros.

Agora, o Correio da Manhã desmente, dizendo que a dívida às Finanças era de 20 mil euros.

Além disso, assegura o CM, o casal teria feito não um, mas quatro seguros entre abril e maio deste ano, sendo que o primeiro pagamento do prémio sido feito em junho, antes do desaparecimento do triatleta. Caso a morte de Luís Grilo fosse considerada acidental, Rosa Grilo beneficiaria dos seguros.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

nineteen + six =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.