Início País Tribunal esqueceu-se de um crime. Oliveira e Costa vai ter pena alargada

Tribunal esqueceu-se de um crime. Oliveira e Costa vai ter pena alargada

COMPARTILHAR

Mário Cruz / Lusa

O antigo presidente do BPN, José Oliveira Costa

O ex-banqueiro Oliveira e Costa deverá ver a condenação a 14 anos de prisão alargada, depois de o Tribunal de primeira instância se ter esquecido de julgar o crime de abuso de confiança.

O dado é noticiado pelo jornal Expresso que salienta que o Tribunal da Relação devolveu o processo à primeira instância para que esta decida sobre o crime que ficou por sancionar.

O ex-presidente do Banco Português de Negócios (BPN) foi condenado a 14 anos de prisão em Maio de 2017, pelos crimes de falsificação de documentos, fraude fiscal qualificada, burla qualificada e branqueamento de capitais.

Na leitura da sentença, o juiz frisou que esta foi “a maior burla da história da Justiça portuguesa julgada até ao momento”.

Oliveira e Costa foi condenado pelo desvio de 9,7 mil milhões de euros, devendo ver a condenação aumentada pelo crime de abuso de confiança. Para este crime está prevista uma pena de um a oito anos de prisão.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

fourteen + fifteen =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.