Início País Rim esteve à venda no OLX por 100 mil euros

Rim esteve à venda no OLX por 100 mil euros

COMPARTILHAR

Um anúncio a promover a venda de um rim, por 100 mil euros, esteve publicado no site de classificados OLX durante cinco dias. Foi uma falha do sistema de monitorização da plataforma online, de acordo com os seus responsáveis.

“Vendo um dos meus rins. Sou uma pessoa saudável, vegetariano, não fumo nem bebo álcool. Bebo água em abundância e tenho uma vida saudável. Tenho uma vida calma.” Assim versava o anúncio que esteve publicado no OLX, conforme transcrição do jornal i.

O rim esteve à venda por 100 mil euros durante cinco dias na plataforma de classificados. Uma situação que os responsáveis do site atribuem a uma falha do sistema de monitorização dos anúncios.

“O anúncio foi retirado por nós assim que o sistema ficou operacional e detectou um anúncio ilegal“, explica ao i o responsável do OLX em Portugal, Spas Slivkov.

“Adicionalmente à revisão manual feita pela equipa de apoio ao cliente diariamente, temos investido também no desenvolvimento de algoritmos de inteligência artificial que ajudam no despiste de anúncios que podem não cumprir com os termos e condições de publicação no site ou que suscitem dúvidas quanto à sua veracidade”, explica ainda Slivkov.

Contudo, neste caso, o sistema falhou e o rim esteve à venda durante cinco dias.

Slivkov refere que, “normalmente, estes anúncios são colocados por ‘piada’“. “Nestes casos, avisamos os users e caso continuem com este tipo de comportamento bloqueamos a conta”, esclarece.

Fonte da Polícia Judiciária (PJ) refere ao i que, neste caso, “não há nenhum crime”, porque “em causa está o próprio corpo”.

A força policial tem mecanismos próprios de supervisão de sites, mas é impossível monitorizar todas as páginas da Internet. Todavia, a fonte da PJ refere que “dado o alerta”, será feito “tudo o que à investigação seja possível”.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

10 + 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.