Início País Esquerda rejeita comissão permanente extraordinária sobre ferrovia

Esquerda rejeita comissão permanente extraordinária sobre ferrovia

COMPARTILHAR

parlamento.pt

A comissão permanente extraordinária para debater os problemas da ferrovia, pedida pelo CDS, foi rejeitada esta segunda-feira em conferência de líderes.

A comissão permanente extraordinária, pedida pelo CDS, para debater os problemas da ferrovia foi nesta segunda-feira rejeitada em conferência de líderes, que se reuniu no Parlamento.

No final da conferência de líderes que ontem se reuniu extraordinariamente com o objetivo único de analisar o pedido do CDS-PP, o deputado centrista Telmo Correia anunciou a rejeição desta proposta, lamentando a decisão que considerou ser “um erro”.

Telmo Correia revelou que o único partido que, para além do CDS, votou favoravelmente este pedido dos centristas foi o PSD, tendo todos os restantes rejeitado este pedido.

O ponto único da convocatória desta reunião foi a apreciação do requerimento do CDS para que se realizasse uma comissão permanente extraordinária, na qual o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, prestasse esclarecimentos sobre a situação da ferrovia.

Na terça-feira, na estação de Coimbra B, no final de uma viagem com outros deputados e dirigentes do partido na Linha do Oeste, a líder do CDS-PP, Assunção Cristas, afirmou que “os comboios neste momento não são de fiar”, aproveitando para anunciar esta iniciativa face aos problemas que existem e à ausência de respostas por parte do Governo.

O CDS pretendia que a comissão permanente reunisse extraordinariamente ainda esta semana, mais cedo do que estava previsto, uma vez que a primeira reunião depois das férias de verão está agendada para 6 de setembro.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 + fourteen =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.