Início Economia “Mário Centeno, o Cativador” não revelou o que todos queriam saber

“Mário Centeno, o Cativador” não revelou o que todos queriam saber

COMPARTILHAR

Rodrigo Antunes / Lusa

Ministro das Finanças, Mário Centeno, durante conferência de imprensa sobre proposta do Orçamento do Estado para 2019.

Mário Centeno, ministro das Finanças, não deu aos deputados o número que todos queriam saber, quanto ao valor das cativações para 2019, avançando apenas uma evasiva previsão.

Centeno referiu no Parlamento, perante a Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa e a Comissão de Trabalho e Segurança Social, no âmbito da apreciação na especialidade da proposta de Lei do Orçamento de Estado para 2019 (OE2019), que as cativações atingiram um valor próximo dos 500 milhões de euros em 2018.

Mas quanto aos valores de 2019, só nos “próximos dias” se saberá, notou o ministro das Finanças.

O governante respondia aos deputados dos vários partidos que o questionaram sobre as cativações, com o deputado do PSD Duarte Pacheco a apelidar o ministro das Finanças de “Mário, o cativador”.

Duarte Pacheco referiu-se ao OE2019 como “manhoso” e pouco transparente, exigindo saber o valor das cativações. Mas Mário Centeno não respondeu, acusando antes o PSD de apresentar “propostas desesperadas” e “de outros partidos, porque são o contrário do que sempre defendeu”.

Também a deputada do Bloco de Esquerda Mariana Mortágua insistiu no valor das cativações, acusando o Governo de inscrever “uma meta no Orçamento para cumprir outra”.

O deputado do CDS João Almeida abordou igualmente o assunto, pretendendo saber se haverá “outro ano extraordinário de cativações”.

Investimento no SNS atinge “valor mais elevado” dos últimos 20 anos

No Parlamento, Centeno garantiu que o investimento aumentou 34% até Outubro, e que o investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) “cresce 52% e atingirá este ano o valor mais elevado das últimas duas décadas”.

Também na CP – Comboios de Portugal há um “forte crescimento de 21%”, enquanto na Infraestruturas de Portugal (IP) a subida é de 138%, mais 63 milhões, sobretudo no âmbito do “projecto Ferrovia 2020”.

O ministro das Finanças adiantou ainda que na Polícia Judiciária a despesa com investimento “mais do que triplicou”, com o investimento no Ministério da Administração Interna a registar um acréscimo de 47%.

“São apenas alguns dos números do que é o Orçamento de 2018 e que se projectam no OE2019”, defendeu o governante.

“Ao longo da legislatura, o orçamento da Saúde aumenta 1.900 milhões de euros“, reforçou também, acrescentando que na Educação são mais 685 milhões de euros.

Os partidos apresentaram já 527 propostas de alteração ao OE2019. Só o PSD apresentou mais de 100 propostas de alteração, entre elas medidas para travar a especulação imobiliária, a redução do IVA para espectáculos e até produtos de poupança.

O prazo de entrega de propostas de alteração termina nesta sexta-feira às 19 horas. Depois do debate destas propostas, a votação final global está marcada para 29 de Novembro.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.