Início País Ana Gomes interrompe discurso de primeiro-ministro maltês: “Vergonha!”

Ana Gomes interrompe discurso de primeiro-ministro maltês: “Vergonha!”

COMPARTILHAR

Pedro Nunes / Lusa

Ana Gomes, euro-deputada do Partido Socialista

A eurodeputada socialista interrompeu o discurso do primeiro-ministro maltês, no Congresso dos socialistas europeus, gritando para a sala inteira ouvir: “Vergonha! Vergonha! Apoias os corruptos”.

A eurodeputada socialista Ana Gomes protestou contra o primeiro-ministro maltês, Joseph Muscat, durante a sua intervenção no Congresso do Partido Socialista Europeu, em Lisboa.

Quando Muscat pisou o palco e começou a falar, Ana Gomes gritou: “Vergonha! Vergonha! Apoias os corruptos“. De seguida, a eurodeputada gritou o nome da jornalista assassinada em Malta: “Daphne Caruana Galizia”. O líder maltês continuou o seu discurso, ouvindo aplausos várias vezes.

Antes da intervenção, refere o Observador, Ana Gomes escreveu no Twitter que o facto de Muscat falar na capital portuguesa enquanto o seu Governo “mantém criminosos dos Panama Papers” e “bloqueia a justiça sobre o assassinato da jornalista Daphne Caruana Galizia”, era deitar fora a “credibilidade da família política” socialista.

A jornalista maltesa foi assassinada quando investigava um caso de corrupção, no qual estava envolvido o partido de Joseph Muscat.

Na sala, não se verificaram reações à intervenção inesperada de Ana Gomes. No Twitter, um assessor criticou o facto de a eurodeputada “preferir acreditar e dar força ao spin liderado pelo PPE [Partido Popular Europeu] em Malta, do que tentar conhecer os factos”.

Cyrus Engerer acrescentou: “O que eu vi nos corredores foi o apoio ao governo mais progressista da Europa”, escreveu o candidato trabalhista (partido de Muscat) ao Parlamento Europeu em 2019 e conselheiro para as questões europeias do primeiro-ministro maltês.

Fonte: ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 + 15 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.