Início Saúde e Bem Estar Ovos inteiros melhores do que claras de ovo para crescimento e reparação...

Ovos inteiros melhores do que claras de ovo para crescimento e reparação muscular

COMPARTILHAR
DI

Pessoas que consomem 18 gramas de proteína de ovos inteiros ou de claras de ovos depois de exercícios de resistência diferem drasticamente em como os músculos produzem proteína (síntese proteica) no período de pós-treino.

A construção muscular no pós-treino é 40% maior nos que comem ovos inteiros do que naqueles que consomem a mesma quantidade de proteínas provenientes na clara de ovos.

Estas foram as conclusões a que chegaram no estudo publicado no American Jounal of Clinical Nutrition. Nicholas Burd, professor de cinesiologia e saúde comunitária da Universidade de Illinois, e líder da pesquisa, afirmou que a eliminação completa das gemas de ovos para maximizar a ingestão proteica é contraproducente.

As gemas dos ovos contêm proteínas, entre outros nutrientes-chave e componentes que não se encontram presentes nas claras. As gemas aumentam a capacidade do nosso corpo de utilizar a proteína nos músculos.

O professor afirmou também que este estudo sugere que “comer proteína dentro de sua matriz alimentar mais natural tende a ser mais benéfico para nossos músculos em oposição à obtenção da proteína de fontes isoladas de proteínas”

Dados do estudo

No estudo participaram 10 jovens que fizeram um único exercício de resistência e depois comeram ovos inteiros, ou clara de ovos com 18 gramas de proteína.

Foram-lhes aplicadas infusões de leucina, marcada com isótopo estável e fenilalanina. Isto permitiu que os cientistas mantivessem e medissem os níveis de aminoácidos nos músculos e sangue com precisão.

O U. of I. Poultry Research Farm também desenvolveu ovos  rotulados isotopicamente com leucina. Assim conseguiram rastrear de forma precisa de onde os aminoácidos derivados de alimentos acabaram depois que foram ingeridos.

Conclusões do estudo

  • A ingestão de ovos inteiros ou claras disponibiliza a mesma quantidade de aminoácidos no sangue
  • Cerca de 60 a 70% dos aminoácidos ficam disponíveis no sangue para a construção de proteínas musculares
  • A ingestão de ovos inteiros imediatamente após o treino de resistência aumenta a síntese de proteínas musculares.

Alguns estudos anteriores sugerem que o facto de haver uma maior síntese proteica não se relaciona com a questão de serem ovos inteiros ou claras.

O autor do estudo afirmou que existe “muito stress na ingestão proteica na sociedade moderna, e a pesquisa está a mostrar que precisamos de mais proteína na dieta do que pensamos para manter a saúde”. Afirmou também que “À medida que a população mundial cresce, precisamos de estratégias económicas e sustentáveis para melhorar o uso de proteínas na dieta. Este trabalho mostra que o consumo de proteína de ovo em sua matriz natural tem um benefício muito maior do que obter proteína isolada da mesma fonte.

Fontes: Sciencedaily & 121doc Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

nineteen + two =