Início Castelo de Paiva Dezenas de pessoas plantaram árvores esta manhã em zonas queimadas pelos incêndios

Dezenas de pessoas plantaram árvores esta manhã em zonas queimadas pelos incêndios

COMPARTILHAR
RePlanta Paiva

Esta manhã, dezenas de pessoas reuniram-se em prol do movimento “RePlanta Paiva”. A iniciativa teve como objetivo plantar árvores a fim de voltar a reflorestar as zonas mais destruídas pelas chamas nos incêndios de dia 15 e 16 de outubro.

Além da chuva e do nevoeira com que Castelo de Paiva amanheceu, a ação organizada pelo Agrupamento de Escuteiros de Castelo de Paiva e pela Fundação Árvore, juntou várias pessoas e entidades locais, como o Rotary Club, o grupo de escuteiros, entre outros, plantaram várias espécies de árvores.

“Soube da iniciativa e fiquei logo interessada em colaborar. Entretanto, pensei em quem poderia envolver também. Os elementos da Associação dos Combatentes do Ultramar Português, à qual pertenço, foram os primeiros a juntarem-se a mim e à iniciativa. Também o grupo de dança e ginástica foi convidado”, disse Alice Moreira, participante na iniciativa “RePlanata Paiva”

A participante salientou que é um dever de todos os paivenses “agir e tornar Castelo de Paiva com a cor que mais lhe fica bem: o verde”, frisando a importância de todos de unirem em prol desta causa.

Catarina Mourisco, em representação do Ratarac Castelo de Paiva, salientou que vários membros do movimento se juntaram à causa porque “o objetivo do Rotaract é proporcionar o bem estar e responder às necessidades sociais da sua comunidade e junto delas promover relações interpessoais”.

“Associamos-nos a este evento por termos visto de perto o flagelo que todos os Paivenses passaram no mês de outubro do ano transato”, acrescentou.

LEIA MAIS:

“RePlanta Paiva” que unir voluntários e dar nova imagem à Serra de S. Domingos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

six + 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.